A diferença entre oxidação, corrosão e ferrugem e, como evitar!

Atenção! Você sabe como proteger os metais da oxidação, ferrugem e a corrosão?

Nesse artigo, veremos a diferença de cada um e como evitar dentro das ligas de bronze, latão e aço.

O tratamento de superfícies quando, adequado, ajuda aumentar a vida de útil de estruturas metálicas como exemplo em:

  • Portas, portões e janelas

  • Mezaninos, escadas e corrimões

  • Tubulações de forma geral

  • Equipamentos e ferramentas de metal

  • Máquinas industriais

Mas, o que vem a ser oxidação, corrosão e ferrugem?

Oxidação: a oxidação é o início do processo de deterioração do metal, necessitando ser tratada desde o início de seu aparecimento, para assim não dar oportunidade de aparecer corrosão ou ferrugem. A oxidação em metais como bronze, latão e ligas de aço, acontecem quando, a superfície desprotegida, como sem pintura ou algum modo de revestimento, sobre alguma danificação seja diretamente com o ar, vapor ocasionado pela fervura da água, ou até a água em seu estado líquido.

Como evitar a oxidação dentro dos metais?

Se a oxidação apareceu, a primeira atitude a ser tomada é removê-la de forma mecânica ou com a ajuda de algum produto químico, depois de removida é necessário voltar a proteger a superfície seja com qualquer modo de revestimento, como a própria pintura, assim o metal fica seguro do contato direto com o oxigênio.

Corrosão: após iniciado o processo de oxidação, as estruturas metálicas passam a sofrer com a corrosão. Ocorre um maior desprendimento do metal, que vai ficando cada vez mais exposto ao contato com a atmosfera. O bronze, latão ou as próprias ligas de aço começam a mudar de cor e surgem pontos, manchas e até mesmo depósitos sobre sua superfície, quando esses metais são pintados, a corrosão tende a causar o estufamento, aparecimento de trincas ou rachaduras.

Quais são os métodos para evitar a corrosão?

Assim que notado o início da corrosão, o ideal é retirar a parte atingida, seja por forma mecânica com lixamento ou jateamento, ou em casos extremos com a ajuda de produtos químicos. Em seguida, é necessário proteger novamente a área atingida, com um novo revestimento com a tinta ou com a galvanização a frio.

Ferrugem: por fim, após o processo de oxidação e corrosão já ter ocorrido, temos o processo de ferrugem, que envolve o cobre, latão e as ligas de aço. Os metais ferrosos após os dois processos anteriores já iniciados, os respectivos, começam a gerar o já conhecido hidróxido de ferro, tendo a camada vermelha conhecida como ferrugem, a ferrugem compromete ainda mais a resistência do metal, e dependendo da sua extensão de danos, resulta na perda total.

E qual, a melhor maneira de evitar a ferrugem?

A remoção da ferrugem, vai depender exclusivamente do método escolhido, podendo variar de acordo com a forma mecânica ou com a ajuda de soluções resultantes de misturas químicas.

É de fundamental importância que, todas as medidas sejam tomadas, isso garante a qualidade ainda maior e, a durabilidade estendida. E por falar em garantia e resistência, a Usi Bronze, trabalha com os melhores produtos existentes no mercado, trazendo total segurança, qualidade e aderência. Confie na Usi Bronze para realizar seus projetos, seus sonhos e vontades, eles merecem ter a melhor assessoria que existe na hora da pré-fabricação.


(11) 3589-5016 - (11) 3589-5014
(11) 2257-2529 - (11) 2091-6279
contato@usibronze.com.br
Rua Duarte de Carvalho, 257
Tatuapé - São Paulo – SP
CEP: 03084-030

Open chat