Conheça os tipos mais comuns de corte de peças metálicas

Conheça os tipos mais comuns de corte de peças metálicas

O corte de aço envolve uma série de procedimentos e avaliações para identificar a melhor abordagem. Laser, plasma, jato d’água, oxicorte… Na análise do tipo de peça metálica que se deve cortar é preciso considerar o tipo de aço, a espessura e o volume do material.

Em geral, o aço sai das usinas com a finalidade de servir de base para produzir estruturas metálicas ou parafusos, por exemplo. Independentemente da sua finalidade ou tamanho, as peças metálicas são submetidas a um processo de corte até chegarem ao tamanho ideal.

Quer entender as principais diferenças entre os cortes de peças metálicas? A gente te ajuda!

 

Tipos de corte de peças metálicas

 

A definição do tipo de corte das peças metálicas se baseia em detalhes como o tipo de aço, sua espessura e volume, além da aplicação final.

Em geral, o tipo de corte mais utilizado é o plasma, que permite criar formas impensáveis e desenhos personalizados. Ele é mais vantajoso em relação aos demais em termos de velocidade, qualidade e consumo de energia.

Por isso mesmo, cerca de 80% dos trabalhos de corte de peças metálicas são realizados por meio de plasma. Essa solução, no entanto, é recomendada apenas para metais e chapas de aço com tamanho entre 11 e 25 mm de espessura.

Já o corte a laser oferece, em relação ao plasma, mais velocidade e qualidade no corte, com menor consumo de energia.

Indicado para metais e chapas de aço mais finos, com espessura entre 0,5 e 10 mm, é bastante preciso e corta na velocidade de até 25 mm por minuto.

Uma terceira solução é o oxicorte, que esquenta o material à temperatura de sua ignição com uma chama de gás combustível e oxigênio. A partir daí, a reação química entre o oxigênio e o aço-carbono gera óxido de ferro, que estoura a fenda devido à pressão dos gases.

Utilizado apenas para cortar metais ferrosos, esse processo é recomendado, em geral, para chapas com mais de duas polegadas de espessura. Não é recomendado para aço inoxidável e alumínio.

Por último, vem o corte a jato d’água. Mais raro de ser aplicado, esse processo é mais caro e lento na comparação com os demais. Entretanto, rende um acabamento mais refinado à peça.

Em geral, esse tipo de corte só é utilizado em algumas peças, em casos especiais.

 

 Como escolher o melhor tipo de corte de metais?

A escolha do corte para o aço normalmente é definida pelo engenheiro ou cliente que solicita o trabalho. Em geral, a indústria de construção aplica o corte a plasma por conta de sua versatilidade.

Em geral, o laser é ideal para materiais mais finos, como folha de papel ou aço com espessura entre 0,5 e 10 mm. O plasma é indicada para perfuração de metais com 75 mm de espessura e corte em metais com 160 mm.

A perfuração a plasma é ideal para metais com 75 mm de espessura. O corte é indicado para metais com 160 mm. No metal, seu custo-benefício é mais vantajoso. O oxicorte, por sua vez, é ideal para peças com mais de 50 mm de espessura.

Por fim, o jato d’água pode perfurar aços com até 300 mm de espessura, além de proporcionar cortes mais versáteis do que os demais processos.

 

Obtenha um corte de peças metálicas com máxima qualidade e eficiência. Fale com um dos especialistas da Usi bronze e veja como podemos te ajudar nas mais variadas demandas!

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *


(11) 3589-5016 - (11) 3589-5014
(11) 2257-2529 - (11) 2091-6279
contato@usibronze.com.br
Rua Duarte de Carvalho, 257
Tatuapé - São Paulo – SP
CEP: 03084-030

Open chat